quarta-feira, 23 de abril de 2014

Capitulo 88-"Pois mas tens um sorriso na cara que mostra que não andaste a fazer coisa boa!"

Olá meninas!
Está mesmo no fim!...Este é o penultimo capitulo e esta semana vou tentar postar o próximo ;) Espero que o de hoje esteja do vosso agrado e que me deixem as vossas opiniões :)
Beijinhos


nova fic :
http://flawsandallthesats.blogspot.pt/

(Rita)

Tinha a mala com tudinho.Biberão,cobertores,fraldas…tudo aquilo que precisava.Fui até ao quarto do Tomás para avisar o Rúben que já estava pronta quando dei de caras com o pimpolho deitado no muda fraldas e o Rúben com o telemóvel feito fotógrafo.

Rita-O que estás a fazer?-ele baixou o telemóvel e olhou-me.

Rúben-Tou só a tirar umas fotos ao nosso pimpolho.

Rita-Não sabia que ele agora tinha virado modelo.

Rúben-Querem ver que não posso tirar fotos ao meu filho?!-defendeu-se.

Rita-Podes,podes mas agora temos de ir.Já tenho o saco com as coisas dele pronto.

Rúben-Está bem.

Arrumou o telemóvel no bolso e colocou o Tomás na sua cadeira.O modelo dos convites para o baptizado já tinha sido escolhido por mim e o local também.Este tinha um óptimo espaço no interior para o jantar e o exterior era perfeito para as crianças.Não só iria lá estar o Simão e a Carolina como com todos os primos mais novos e ainda filhos de alguns dos amigos do Rúben e meus ou seja espaço para as crianças brincarem era essencial!Hoje seria altura de tratar do bolo.O Tomás foi connosco à pastelaria,tendo mesmo acabado por adormecer no caminho para esta.

Não foi preciso muita discussão para eu e o Rúben concordarmos em qual seria o bolo de baptizado.
Assim estava praticamente tudo tratado quanto ao baptizado e dentro de poucos dias teria de voltar ao trabalho…Custava-me imenso deixar o Tomás tão pequeno mas sabia que a Sónia ia tomar muito bem conta dele.Sim porque mesmo ele tendo uns avós babados e prontos a ajudar a madrinha fez questão de ser ela a tomar conta do afilhado enquanto eu estaria no trabalho.
Depois do jantar o Rúben pegou no Tomás e começou com as habituais brincadeiras.Eu sentei-me no sofá com a Carolina de um lado e o Simão do outro.

Carolina-A mãe foi escolher o bolo pó Tomás?-olhei-a.

Rita-Sim hoje fui com o pai escolher o bolo do baptizado.

Simão-No dia da festa podemos jogar futebol no jardim grande?-os miudos não tinham ido connosco escolher qual o local para o baptizado,mas quando decidimos qual seria mostrei algumas fotos deste ao Simão e à Carolina.E como é claro aquele grande espaço verde conquistou logo os miúdos.

Rita-Não filho,no baptizado do vosso irmão não vão andar a jogar futebol.

Simão-Oh então o que vamos poder brincar?

Rita-Vocês vão ter tanto espaço que podem fazer outras  brincadeiras sem ser jogar futebol.

Simão-Podemos por uma coisa daquelas para saltar!

Rita-Para saltar?

Simão-Sim como tinha nos meus anos e da Carolina.

Rúben-Um insuflável ?-olhámos para o Rúben.

Simão-Sim!

Rita-Talvez não seja má ideias assim sempre estão entretidos.

Carolina-E se vai ter um insuflável pode ter também uma daquelas pessoas para fazer desenhos nas nossas caras.

Rita-Estou a ver que não é só o vosso pai que me quer ajudar com o baptizado.-eles sorriram.-Sim acho que podemos arranjar o que os meninos pediram.

Rúben-Por estarmos a falar nisto pensei também que podíamos por uma cabine de fotos perto jardim.

Rita-Uma cabine de fotos?-ele sentou-se no sofá ao meu lado e dos miúdos.

Rúben-Sim,assim para além das fotos do fotografo todos os convidados iam poder ter uma recordação do baptizado do nosso pimpolho.-sorriu.

Rita-Podemos ver isto ,até que não parece ser má ideia.

A ideia de ter uma cabine de fotos no baptizado não era má de todo,pelo contrário .Assim poderíamos ter ainda mais recordações daquele dia.


                                                     XXX

Tinha chegado ao fim de semana e como segunda feira voltaria à habitual rotina,ia aproveitar para dar um saltinho ao centro comercial com a minha mãe e a Anabela.Desta vez não fui eu quem sugeriu esta ida às compras.Achei que seria bom não só ter companhia como também os meus três amores poderiam passar uma tarde com as avós.
Vesti a Carolina e fomos as duas para o quarto do Tomás.

Carolina
Rita

Ela adorava me ajudar.Era na hora do banho,na muda da fralda..tudo!Sempre que podia vinha perto de mim e perguntava “posso ajudar a mãe?”.Eu dava-lhe pequenas tarefas e ela com um ar de senhora fazia o que lhe pedia.O Rúben estava no quarto com o Simão, pois tinha lhe pedido que o fosse ajudar a vesti-lo , enquanto eu e a Carolina terminávamos de fazer a mala com as coisinhas do Tomás para sairmos.

Simão-Já tou pronto!-entrou no quarto de mão dada com o Rúben. 
Simão

Carolina-Eu e mãe tamos a por as coisas do Tomás na mala.-disse isto e deu-me um dos cobertores do Tomás.Sorri ao ouvi-la,pois tinha falado com aquele protector de irmã mais velha. 

Rita-Tens a certeza que não queres vir?-olhei para o Rúben.

Rúben-Gosto muito da minha mãe e da tua mas ambos sabemos como ficam quando estão as duas no centro comercial.-sorriu.-Dispenso andar a saltar de loja em loja.-fechei a mala.-Vais ficar bem com eles os três?

Rita-Sim,sim.

Rúben-Vocês portem-se bem e nada de dar trabalho à mãe.

Eles olharam para o Rúben.

Carolina/Simão-Tá bem pai…



Pouco depois na companhia da Anabela e da minha mãe chegámos ao certo comercial.Quando estacionamos o carro tirei o carrinho do Tomás.A Carolina para além de ter me ajudado ainda quis empurrar o carro do irmão do mais novo,o que o fez com a minha ajuda.

Anabela-Podíamos primeiro ir procurar pela roupa para o Tomás,não?

Eu e a minha mãe concordámos.Elas  sabiam ao certo onde ir,o que ficaria melhor e em conjunto com a minha opinião escolhemos a roupa para o Tomás.Para a Carolina e para o Simão sabia perfeitamente o que queria.Não ia vestir o Simão com aqueles fatos tipo pinguim,porque sabia que ele não ia gostar nada de andar daquela maneira,e quanto à Carolina um vestido à sua escolha era mais do que suficiente para a minha princesa ficar toda feliz.

Depois de já termos comprado a roupa para os miúdos era altura de ir comprar o meu vestido.Não fazia a mínima ideia do que queria!Tinha ainda de perder uns quilinhos  e não estava com muita vontade para estar a andar a experimentar vestidos.

Mãe-Então e este?-já era o terceiro vestido que a minha mãe sugeria mas sinceramente não tinha qualquer vontade de entrar no provador.

Rita-Não sei…-fui passando a mão a mão pelos cabides.

Mãe-Diz-me ao menos qual é o corte que queres,ou a cor.

Rita-Eu sei lá…

Anabela-Rita está tudo bem?-olhei-a.

Rita-É que eu ainda tenho uns quilinhos da gravidez e não me apetece experimentar vestidos.

Anabela-Tu estás tão bem para um recém mama.

Mãe-É verdade a Anabela tem razão, tu estás muito bem filha.

Rita-Mãe eu engordei um pouco com a gravidez isto é óbvio,posso ter perdido algum mas mesmo assim ainda não estou com o peso que quero.

Anabela-Até ao baptizado tens tempo para perder peso.

Rita-Pois…

Mãe-Vai experimentar este se faz favor.

Deixei de segurar o carrinho do Tomás e peguei no cabide que a minha mãe me tinha dado.Fui até ao provador e lá vesti aquilo.
Olhei-me uma ultima vez ao espelho e sai.

Mãe-Estás tão bonita filha!-falou assim que sai do provador.


Simão-A mãe tá bonita.

Carolina-A mãe fica bonita com este vestido.

Anabela-Estão muito bonita Rita,até os miúdos o dizem.

Rita-Hmmm.-dei meia volta e olhei-me ao espelho.

Simão-A mãe vai levar este?-aproximou-se de mim.

Rita-Ainda não sei…

Simão-A mãe fica bonita.-Andar a experimentar vestidos não me punha com bom humor mas ver o sorriso dos meus filhos fazia com que isto mudasse, e com o Simão ali ao meu lado com o seu sorriso foi impossível não me derreter com um meu pequeno homenzinho.

Rita-Achas que devo escolher este?-ele acenou com  a cabeça em sinal afirmativo.

Já tinha a aprovação da Carolina e ainda com outro “sim” do Simão podia fazer a minha escolha.
Fui pagar o vestido e depois voltei para perto deles.

Rita-Vamos para casa?

Carolina-Podemos comer um gelado antes?Por favor…

Simão-Vá lá,vá lá mãe.

Rita-Pronto está bem.Podem ir até ao carro com o Tomás,vou só com eles comprar o gelado.-falei para a minha mãe e para a Anabela.

Anabela-Claro.

Dei as chaves do carro à mãe do Rúben e com os miúdos fui comprar o gelado que me tinham pedido.Afinal não se tinham portado mal e mereciam ter "recompensa"

Chegámos a casa arrumei as compras e fui para a cozinha começar a fazer o jantar.

Rúben-Olá meu amor.-ele entrou na cozinha,aproximou-se de mim e colocando as suas mãos na minha cintura juntou os nossos lábios.-Como correu as compras?

Rita-Bem e o treino?

Rúben-O normal..-vi que ele tinha um sorriso como se tivesse preparado alguma.-Tenho uma coisa para te mostrar.

Rita-Ui…medo.

Rúben-Não digas isto antes de saberes o que andei a fazer.

Rita-Pois mas tens um sorriso na cara que mostra que não andaste a fazer coisa boa!

Rúben-Deixa-te lá disto e ouve-me só….-cruzei os braços e olhei-o.-Sabes que queria que o nosso puto fosse um benfiquista ferrenho.

Rita-Como é que não suspeitei que isto fosse sobre futebol.-interrompei-o.

Rúben-Deixa-me terminar…Como estava a dizer quero que ele seja um grande benfiquista então decidi fazê-lo sócio.

Rita-O quê?

Rúben-Disse que fiz o Tomás sócio do Benfica.-levou a mão ao bolso e tirou a carteira.-Olha só.-tirou desta um pequeno cartão vermelho e mostrou-me.-Diz lá que não está fofinho.





 Rita-Tu fizeste ele sócio sem me dizeres nada?

3 comentários:

  1. Fantástico...

    Quero mais...

    Continua... Quero o próximo...

    ResponderExcluir
  2. Ahahah estes caps tem algo de um bocadinho surreal xD só este casal para dar estas voltas todas por causa de um médico! Que feitio xD eu já não tinha lido parte do capítulo? E que tenho mesmo a sensação que sim!! Mas onde? Não interessa, quero e o próximo!

    Ana Santos

    ResponderExcluir