quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Capitulo 24-"Eu não quero ir para a casa do Rúben ,mãe!"




(Rúben)

Rúben-Ai sim?-deixei o que estava a fazer  para a ouvir.

Rita-Sim.-aproximou-se,sem eu esperar coloquei as minhas mãos nos seus ombros colou o seu corpo ao 
meu,e senti os seus lábios tocarem nos meus.As minhas mãos voaram até à sua cintura e puxei-a  mais ainda para perto de mim.Levei-a até perto do balcão,e não separei os seus lábios dos meus até ela com um sorriso os separar.Voltei a uni-los logo depois já que,tenho de confessar que a vontade de a beijar era muita e tinha sido “acumulada”.-Rúben..-ouvia falar com os nossos lábios estava a milímetros de distância.

Rúben-Diz.-ela sorriu e afastou-se só um pouco.

Rita-Obrigada.

Rúben-Por?-ela sorriu.

Rita-Pela festa Rúben,estava fantástica Tiveste atenção a todos os detalhes,os miúdos adoraram..não podia pedir por mais.

Rúben-Então isto quer dizer que …posso ter a minha oportunidade?-ela sorriu-me.E foi com um sorriso nos lábios que voltou a unir os nossos lábios.-Isto é um sim?

Rita-Sim é.-ia unir os nossos lábios mas ela voltou a falar.-Mas eu prefiro que por agora fique só entre nós.

Rúben-Como assim entre nós?

Rita-Estou a referir-me aos miúdos.O Simão dá-se muito bem contigo,mas como a Carolina ainda não foi “conquistada” totalmente acho que deveríamos esperar só um pouco até lhes contarmos.

Rúben-Eu compreendo,mas não achas que vai ser difícil não lhes contar?

Rita-Sei que não vai ser fácil,mas prefiro que seja assim..

Rúben-Eu compreendo,e vais que a Carolina vai finalmente dar o braço a torcer.

Rita-Só  te peço isto porque quero que os miúdos saibam da nossa relação quando já tiver os pés bem assentos na terra,e é claro que se a Carolina se desse melhor contigo por esta altura era óptimo.

Rúben-Também ela não está tanto contra mim como no principio..com o tempo isto vai mudando.

Rita-Exactamente,por isto antes de lhes contarmos vamos tentar que ela deixa de ser tão “casmurra”.-sorriu.

Como os miúdos estavam a dormir e ela tinha “abaixado a sua guarda”,aproximei-a para perto de mim e mantendo-a encostada ao balcão com os seus braços em volta do meu pescoço fomos nos “descobrimos “.

Não me apetecia mesmo nada ir embora..a vontade era  de ficar com a Rita,mas ela também teria de descansar ,e depois de um dia como o de hoje quem também tinha ficado estafado era eu.
Com uma longa despedida,pois nem eu nem ela queria ser aquela  quebrar o “último” beijo,lá segui até à minha casa.

XXX

Devido aquilo que tinha acontecido ontem queria preencher o meu dia com minutos passados ao lado da Rita,mas ela tinha o trabalho e eu treino..Mesmo assim isto não me impediu de querer tornar este dia especial.Fui mais cedo até ao Caixa,e ao ver que ela também já tinha chegado foi como “ganhar o dia”.

Rúben-Olá.-ela “assustou-se” ao ouvir-me já que por aquela hora o Caixa estava muito parado e nem devia esperar que aparecesse lá.

Rita-Oh olá.-sorriu.-Aqui tão cedo?

Rúben-Vim te visitar.-dei a volta e entrei na área restrita a funcionários,mas achei que não faria mal afinal ela só ela que ali estava.Aproximei-me dela mas ela ao colocar as mãos nos meus ombros fez com que me afastasse.

Rita-Aqui não.

Rúben-Oh mas não está aqui mais ninguém.

Rita-Elas podem chegar,e se nem os miúdos ainda sabem, os outro bem que podem esperar.

Rúben-Por falar em miúdos,não lhes vamos contar porque ainda tenho de trabalhar na minha relação com a 
Carolina mas para tal precisamos de mais tempo juntos.

Rita-E estás a querer dizer o quê?-ele sorriu.

Rúben-Que  vos quero convidar para irem lá jantar.

Rita-A tua casa?

Rúben-Sim claro,em minha casa.Mas porquê, não vais aceitar é?

Rita-Estou é com medo do que vamos ter para o jantar.

Rúben-Até parece…

Rita-Ok pronto então o que ias fazer?

Rúben-Agora já nem quero dizer,depois de questionares as minhas capacidades como cozinheiro.

Rita-Eu juro que nem comento.-ele olhou-me.

Rúben-Só por causa dos miúdos ia comprar pizza.-ela gargalhou.-Tás a ver?!

Rita-Calma estou só a brincar,mas se não tiveres tempo para fazer um jantar como deve ser eu trato disto.

Rúben-Não compro a pizza porque sei que os miúdos vão gostar.

Rita-Está bem,mas não podes estar sempre com carinhos e miminhos.

Rúben-Isto é para os miúdos ou para a mamã.-aproximei-me mas ela voltou a afastar-me.

Rita-Rúben..

Joana-Bom dia!-antes de falar entrou por ali a dentro a Joana que quando me viu ficou algum tempo parado 
olhando-me.-Por aqui Rúben?-e depois olhou para a  Rita.

Rita-É o Rúben veio só dizer um “olá” antes do treino,não é?-olhou-me.

Rúben-É,é.Vou já até aos balneários.

Joana-Mas se eu estiver a interromper alguma coisa digam.

Rita-Não,não.

Rúben-Bem eu vou andando.-olhei alguns milésimos de segundo para a Rita contendo a minha vontade de unir ali os nossos lábios,e depois com um “adeus” a elas as duas fui embora.

(Rita)

Para além de ter visto o Rúben logo pela manhã tive direito a um convite também.Este convite tinha sido bem recebido..mas nem por todos,ao chegar a minha casa depois de ir buscar os miúdos à casa da Sónia ,disse-lhes que iríamos a casa do Rúben o Simão ficou todo contente e foi para o quarto buscar a sua camisola do Benfica (pois pensava que iria poder jogar futebol em casa do Rúben,e não lhe quis “matar” o entusiasmo) já a Carolina,instalada no sofá olhou-me muito séria.

Simão
Carolina
Rita-O que foi filha?-percebi pela expressão dela que não estava lá muito interessada em ir.

Carolina-Eu não quero ir para a casa do Rúben, mãe!

Rita-Filha vamos só lá jantar.

Carolina-Mas porque a gente não janta aqui?

Rita-Carolina vamos só lá jantar.-sentei-me ao seu lado.-Depois voltamos aqui para casa.

Carolina-Oh mãe porque a gente agora está sempre com o Rúben?-ela quando falou aquilo engoli em seco só a imaginar como seria quando lhe contasse que agora o Rúben era mais do que um amigo para a mãe 
dela.

Rita-Ela convidou-nos e vamos só lá um pouquinho está bem?

Carolina-Está bem.

Rita-Mas tens de prometer à mãe que és meiguinha com o Rúben.-ela olhou-me da mesma forma que quando lhe disse que íamos lá jantar.

Carolina-Tá bem mãe.-“saltou” do sofá e foi até ao seu quarto.

Eu colocava dentro de uns recipientes comida que enchia-me o frigorífico, porque depois da festa de ontem os “restos” eram muitos,e com este jantar sempre “despachava” alguma daquela comida.
Eles não demoraram muito tempo e vierem para perto de mim.O Simão com o braço ao peito e a camisola do Benfica na outra mão,e a Carolina com a sua mala cheia de bonecas.
O meu pequenino pensava que ia ser desta que ia jogar futebol,mas só maluca é que lhe ia deixar correr atrás de uma bola com gesso no braço.

Levei-os até à casa do Rúben e não foi preciso esperar muito para ele nos vir abria a porta de sua casa.

Rúben-Olá.-sorriu-me e depois olhou para cada um dos miúdos mantendo aquele sorriso.

Rita-Olá.-ao ouvir-me voltou a olhar-me.

Simão-Olá Rúben!

Carolina-Olá.

A Carolina falou o “olá” por falar,já o Simão entrou sem vergonha e ia mostrando a sua camisola ao Rúben.Dizia-lha que queria jogar ,mas o Rúben olhou-me e como é claro dei-lhe o  típico olhar de “é que nem pensar”.

Rúben-O que é isto?- posei a comida que tinha trazido sobre a mesa,que já estava mais do que pronta para o nosso jantar.

Rita-O que achas que é?!É comida Rúben.-ia tirando de dentro do saco toda a comida.

Rúben-Eu disse-te que tratava do jantar.

Rita-O que eu trouxe são mais doces que outra coisa,ou seja a sobremesa -a Carolina sentou-se à mesa colocando a mala das bonecas no seu colo,e depois colocou os cotovelos sobre a mesa.-Então filha?

Carolina-Não tenho nada para fazer!

Rúben-Podes ir jogar mais o teu irmão.

Carolina-Não quero jogar mais ele,eu não gosto de jogar futebol…

Rúben-Podes fazer outra coisa.

Carolina-O quê?-falou com uma atitude um pouco “arrogante” e se o Rúben não tivesse logo falado tinha lhe repreendido.

Rúben-Podes me ajudar a trazer o jantar para a mesa,se quiseres.

Carolina-O que vamos comer?

Rúben-Pizza,gostas?-ela sorriu.

Carolina-Pode ser!

Deixou a maioria das princesas,indo para a cozinha com a Bela Adormecida debaixo do braço como se estivesse em casa,e por tanto eu como o Rúben ficamos um pouco surpreendidos com este entusiasmo “espontâneo” ficamos olhando-a,o que a levou a voltar à sala de jantar e perto da porta falar.

Carolina-Não vamos buscar a pizza?

Rúben-Vamos,vamos.

(Rúben)

Carolina-Onde tá a pizza?-ela estava em cima de uma cadeira na minha cozinha e ia falando enquanto mexia com a cabeça de um lado para o outro,como se fosse ao algum desenho animado.

Rúben-Está aqui.-coloquei sobre a mesa a caixa com  pizza,e assim que a abri ela falou um “humm” e quando lhe olhei deu-me um sorriso meio envergonhado.-Gostas de pizza?

Carolina-Sim.-queria mesmo conseguir  a confiança da Carolina e achava que aos poucos ia a obtendo..ainda não a tinha ganho por completo e por isto achei que qualquer oportunidade que me fosse “dada” ia agarrá-la.

Rúben-Também comprei gelado para comermos depois.

Carolina-É gelado de quê?

Rúben-Baunilha e chocolate,mas depois juntamos mais umas coisas.

Carolina-Que coisas?-tenho de confessar que no meio desta conversa dava por mim a sorrir,talvez por ser a 
primeira vez que tinha uma conversa com ela sem birras.

Rúben-O que achas que é?

Carolina-Não sei…-dei alguns passos e abri o armário mostrando-lhe os doces que tinha comprado.-Au..-os olhos dela até brilharam ao ver todos aqueles sacos com bombons para  os gelados.-Não podemos comer agora?

Rúben-Não ,que a tua mãe não ia deixar.

Rita-O que eu não ia deixar?-ela entrou com o Simão no seu colo,apanhando o que eu dizia.

Carolina-O Rúben comprou muitos doces para a gente comer com gelado!-falou para o Simão toda contente,querendo partilhar com ele aquele entusiasmo todo quanto à sobremesa.

Simão-Doces?

Rita-Rúben..

Rúben-Rita é a sobremesa, e ia mesmo agora dizer à Carolina que só íamos comer gelado daqui a pouco.

Simão-Mas a pizza podemos comer agora não é?

Rúben-Sim pizza podem comer agora.

Os miúdos nem esperaram e foram logo pegar num guardanapo com uma fatia de pizza para irem até à mesa.

Rita-Rúben tu sabes que quero que te dês bem com eles,mas não é a comprar doces a toda a hora.

Rúben-Eu sei disto,mas tu sabes que conquistar a Carolina não tem sido mesmo nada fácil,por isto é que uso os métodos que tenho.

Rita-Eu sei que não é fácil,mas não quero eles a comer doces a toda a hora.´

Rúben-E não estão a comer doces a toda a hora..-aproximou-se,puxando para perto dele.-Não tenho culpa que a Carolina seja tão difícil de conquistar.-sorriu.

Rita-Eu sei mas depois da injecção de açúcar  levam uma eternidade para se deitarem.

Rúben-Está bem,está bem..Para a próxima tento outra coisa.-ia já sair da cozinha mas ele fez com que voltasse para perto dele e depois um toque de lábios,falou.-Quando lhe vamos contar?

Rita-Não sei Rúben.

Rúben-Eu não te quero obrigar a dizer-lhes ,mas é melhor eles saberem por nós,e sinceramente não adoro o facto de estarmos a namorar às escondidas dos teus filhos.

Rita-Eu sei,eu sei..e também quero lhes contar.Mas não hoje está bem?Eu prometo que ainda nesta semana lhes contamos.

Rúben-Está bem.-beijou-me mas rapidamente porque apesar de contarmos aos miúdos nos próximos dias por agora queira era ter um jantar agradável com eles os três.

À mesa os miúdos iam “devorando” a pizza,e mesmo sendo esta um dos seus pratos favoritos foi a pensar na sobremesa que eles jantaram.

Carolina-Já podemos comer gelado mãe?

Simão-Sim Rúben vai buscar o gelado.-eles já tinham terminado enquanto eu e o Rúben dávamos as ultimas dentadas na fatia.

Rita-Já lá vamos meninos.

Enquanto eu e o Rúben terminamos de comer eles não paravam de falar,e se não fosse eu a travá-los tinham ido para cozinha buscar o gelado como se estivessem em sua casa.

Rúben-Agora já me podem ir ajudar.

Quando já tínhamos levado os pratos  para a cozinha o Rúben voltou com caixas de bolachas,pacotes de M&M ´s,sacos de gomas, cereais e até um frasco de chantilly.Os miúdos com a grande vontade de comer a sobremesa e iam ajudando.Pegavam em pratos pequeno espalhando pela mesa.Abriram todas aquelas coisas e ai o Rúben trouxe as duas caixas de gelado.
Pegávamos em pequenas taças colocávamos o gelado e deixávamos os miúdos por a cobertura que queriam.Aquilo foi sem dúvida uma sobremesa de sonho para eles.




Simão-Rúben.-chamou pelo o Rúben enquanto repetia a sobremesa, e ia decorando o seu gelado com aquelas guloseimas.-Tu disseste que depois de eu fazer anos íamos poder os dois sair.-olhei para o Rúben.

Rúben-Ah sim puto.E tinha-lhe prometido.-falou olhando-me.

Rita-Agora ando a combinar coisas nas minhas costas?

Simão-Não,mãe eu e o Rúben vamos só a lugar sem vocês.-gargalhei.

Rita-Eu e a tua irmã somos assim tão chatas?

Simão-A mãe não é chata,só que eu pedi ao Rúben e ele disse que sim por isto vamos mãe.

Rúben-É,e ele vai ficar bem comigo.

Carolina-O que vocês vão fazer?-perguntou assim meia “desinteressada”.

Simão-Eu ainda não disse ao Rúben o que quero fazer.

Carolina-O Simão é que vai escolher mãe?

Rita-Pois isto não sei.-olhei para o Rúben.

Rúben-Sim disse que o Simão é que escolhia onde íamos.Já sabes onde queres ir?

Simão-Podemos ir ver sapatilhas Rúben?

Rita-Podem.-falei antes que o Rúben pudesse dizer alguma coisa,mas tinha mesmo de falar senão ainda vinha dali mais algum “mimo”.-Mas aviso já que não é para comprar sapatilhas que ele já tem sapatilhas.-olhei para o Rúben enquanto falava pois o recado era para ele.

O Rúben não teve outro remédio senão aceitar o que eu tinha dito e eles lá ficaram a combinar esta tal “saída” a dois.

XXX

Hoje o Simão só me perguntava uma coisa “Quando o Rúben vem?”,e a melhor resposta que le teve foi mesmo quando o Rúben chegou e lá levou a sair.Ao contrário da Carolina ele saiu todo entusiasmado.Já a Carolina ficou curiosa quanto a esta saída,fazendo-me perguntas toda a tarde.

Rita
Carolina

Simão

Ela foi dormir a sesta e quando saía do seu quarto tocaram à campainha,deveria ser o Rúben e o Simão.
Abri a porta olhei e eles entraram,fiquei a olhá-los e quando o Rúben fechou a porta  eles me olharam,continuava sem saber que dizer.

Simão-Então mãe gostas?

Rita-Rúben..-olhei-o.-Porque ele está assim?

O que terá feito o Rúben ao Simão?

Irá a Rita achar “piada?

Olá meninas :)
Espero que tenho gostado do capitulo e para além de agradecer aos comentários do capitulo quero deixar um "desafio"... então,se o número de comentários deste capitulo superar o do 23,posto o próximo em menos de 48 horas!:p
Vamos lá ver como isto corre lool
Beijinhos para todas!
Rita

8 comentários:

  1. Opa fiquei super curiosa para saber o que se passou com o Simão....

    Ah e também estou curiosa para saber a reação dos miúdos ao namoro da mãe looool

    Ah e ainda fiquei :) ao ver a carolina a ceder aos pouquinhos... será que o Ruben irá conseguir conquistá-la???

    QUERO O PRÓXIMO!!!

    Bjs

    Mari

    ResponderExcluir
  2. Tu não me pode deixar assim a meio de uma surpresa que eu não aguento o suspense!!!
    o próximo rápido por favor! esquece la isso do nr de comentários e pública logo!! ;)
    Bjokinhas
    Mariaa

    ResponderExcluir
  3. Adorei!
    Quero saber o que o Rúben aprontou.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Adorei adorei adorei.bjs

    ResponderExcluir
  5. Esta fantastico adorei adorei adorei.bjs

    ResponderExcluir
  6. Adorei estou curiosa para saber o que se passou.bjs

    ResponderExcluir
  7. simão ta com o cabelo cheio de gel
    continua

    ResponderExcluir
  8. Olá!!
    Desta vez nao deixei tantos por ler xD Ontem à noite li mas nao consegui comentar. Ja era muito o soninho xD

    Eu cá adorei! Eu sempre disse que esta festa seria a "chave" para este início de relação! A festa estava tão lindaaaa. Oh pah babei-me toda a ver tanta comida xD (os teus capitulos sao uma tortura a esse nivel xD)
    E a Carolina ate começou a ceder (começou ainda nao cedeu xD). Sinceramente tenho medo da reaçao dela quando souber da relaçao da mae com o Ruben. Acho que antes ele devia conquistá-la muito bem e so depois contar-lhe. Mas o menino Ruben parece ter ca uma pressa xD
    E quanto ao Simao...Bem, tenho medo xD E nem sei se é pelo que aconteceu ao Simao ou se e por o que vai acontecer ao Ruben pelo que aconteceu ao Simao ahahah
    Venha o proximo!

    Besito
    Ana Santos

    ResponderExcluir